2 de dezembro de 2020

Intel deve tirar produção de chips dos EUA e terceirizar na Ásia

Mesmo com todos os esforços que o presidente americano Donald Trump fez para fortalecer a indústria doméstica de semicondutores, os EUA podem não ser mais o líder mundial do segmento: a queda pode estar na decisão da Intel (a ser anunciada em janeiro) de, em 2021, terceirizar a produção de seus produtos mais avançados, entregando-a a parceiros na Ásia. 

Se antes seus laboratórios desenvolviam chips que eram fabricados apenas para unidades Intel pelo mundo, em 2021 a empresa deve abandonar esse modelo e transferir a produção de ponta para parceiros asiáticos (entre eles, alguns de seus rivais) fabricarem os chips de tecnologia mais avançada.

Leia mais…

Fale Conosco
Mande um WhatsApp
01511987618725