Bolsonaro cobra união entre países para fortalecer o Mercosul

ByMax Blanc

dez 16, 2020
Bolsonaro: "Devemos deixar de lado essas discordâncias"

Bolsonaro: “Devemos deixar de lado essas discordâncias”
Ueslei Marcelino/Reuters – 09.12.2020

O presidente Jair Bolsonaro usou sua fala na abertura da Cúpula do Mercosul nesta quarta-feira (16) para criticar “impasses pontuais” entre os países e pedir soluções, para evitar que o bloco seja superado por outras organizações semelhantes.

“Não posso deixar de registrar preocupação com impasses pontuais entre os Estados-pares. Devemos deixar de lado essas discordâncias que pertencem a um passado que já foi superado”, disse ele.

Para o presidente, é preciso “trabalhar juntos para não sermos ultrapassados por outros mecanismos similares aos nossos”. “Queremos estar nas primeiras fileiras, não no pelotão de trás do desenvolvimento”, completou.

Leia mais: Decisão contra acordo Mercosul-UE tem ‘cunho político’, diz governo

O governo brasileiro tem reclamado de entraves no comércio com a Argentina, que teria retomado medidas que dificultam a importação dentro do bloco.

Bolsonaro disse ainda que as diferenças na visão econômica entre os países do bloco não impediram avanços e que os países continuarão atuando com “flexibilidade e pragmatismo”. Ele também cobrou que os quatro países do bloco — Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai — trabalhem mais “em defesa da democracia em nossa região”.

Fale Conosco
Mande um WhatsApp