Colômbia anuncia compra de lote da vacina da Johnson & Johnson

ByMax Blanc

dez 30, 2020
A Colômbia tem mais de 1,6 milhão de casos de covid-19

A Colômbia tem mais de 1,6 milhão de casos de covid-19

Carlos Ortega / EFE – 29.12.2020

O presidente da Colômbia, Iván Duque, anunciou nesta quarta-feira (30) a compra da vacina que está sendo desenvolvida pela companhia americana Johnson & Johnson contra o novo coronavírus, em quantidade suficiente para imunizar 9 milhões de pessoas.

Leia também: Argentina aprova uso emergencial da vacina da Oxford/AstraZeneca

“Hoje, foi fechado acordo com a farmacêutica Janssen, filial da Johnson & Johnson, para a aquisição de 9 milhões de vacinas para 9 milhões de cidadãos”, disse o mandatário, durante o programa de televisão em que apresenta diariamente os atos do governo durante a pandemia da Covid-19 e divulga informações para a população.

Duque explicou que, diferentemente de outros agentes imunizantes, a vacina da Janssen conta com apenas uma só dose para que o efeito seja total.

Além disso, segundo o presidente, com as compras anteriores, será possível garantiu a defesa no organismo de 29 milhões de habitantes da Colômbia, que hoje tem população de quase 50 milhões de habitantes.

Duque ainda garantiu que, nos próximos dias, serão anunciados outros acordos, com outras empresas.

10 milhões da Pfizer e 10 milhões da Oxford

No último dia 18, o presidente colombiano já havia fechado acordo para adquirir 10 milhões de doses da vacina produzida pela Pfizer e BioNTech, e mais 10 milhões da desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela companhia AstraZeneca.

Duque ainda revelou recentemente que havia, através da plataforma Covax, garantido a compra de 20 milhões de doses.

Segundo o ministro da Saúde, Fernando Ruiz, há na Colômbia pouco mais de 34,2 milhões de pessoas elegíveis para receber a aplicação de umas das vacinas contra o novo coronavírus, que são as pessoas com mais de 16 anos de idade e não gestantes.

O governo colombiano já anunciou o plano de imunização, que começará com as pessoas com mais de 80 anos de idade e com os profissionais da primeira linha de atendimento em saúde dos pacientes com Covid-19.

Fale Conosco
Mande um WhatsApp