Países da América Latina começam a vacinar população contra covid-19

ByMax Blanc

dez 24, 2020
México é o primeiro país latino a começar a imunizar a população

México é o primeiro país latino a começar a imunizar a população
REUTERS/Edgard Garrido

Países da América Latina começam a vacinar suas populações contra a covid-19. O México saiu na frente e aplicou a primeira dose  na manhã desta quinta-feira (24). 

A cidadã de um país latino-americano a receber uma vacina contra o novo coronavírus foi a enfermeira María Irene Ramírez de 59 anos, que chefia a unidade de terapia intensiva de um hospital na Cidade do México. O momento histórico foi acompanhado ao vivo pela imprensa.

“Estou um pouco nervosa, mas muito feliz. A verdade é que é o melhor presente que pude receber em 2020. Me dá segurança para continuar liderando esta guerra contra um inimigo invisível”, disse a mexicana.

O Chile recebe o primeiro lote de vacinas ainda na véspera de Natal e planeja começar imediatamente a imunização de profissionais da saúde.

As 10 mil doses que chegarão ao país nas próximas horas começarão a ser inoculadas, ainda hoje, em médicos e enfermeiros que atuam nas regiões mais afetadas pela pandemia no país.

Na próxima semana, um novo lote com 10 mil doses chegará ao país. O governo chileno já reservou 10 milhões de doses para proteger a população da covid-19.

Próximo da fila

A Argentina é outro país da região que está adiantada para iniciar a campanha de vacinação nos próximos dias. Na quarta-feira (23), as autoridades de saúde autorizaram o uso emergencial das vacinas da Pifzer e da russa Sputnik V

O país recebeu 300 mil doses do imunizantes vindas diretamente de Moscou. O  ministro da Saúde, Gines González García, garantiu que o país inteiro receberá a vacina e a aplicação será gratuita. O governo argentino planeja começar as aplicações na próxima segunda-feira (28)